Todos

Macarrão ou arroz?

Os dois são excelentes fontes de carboidrato, mas um deles leva vantagem no processo de perda de peso

Arroz ou macarrão? Eis a questão. Na hora de escolher o carboidrato de uma refeição, qual dos dois é a melhor pedida?

Na verdade, do ponto de vista nutricional, o arroz e o macarrão são muito parecidos, tanto na versão tradicional como na integral, explica a nutricionista Vanderli Marchiori. Como fontes de carboidratos, o papel de ambos é fornecer energia ao nosso organismo.

Os dois também quase empatam do ponto de vista calórico. “A diferença de calorias entre o arroz e o macarrão, em uma porção de 100 g, é mínima. Considerando o consumo de um dia, isso não faz muita diferença. Então esse não é um fator determinante para a escolha”, explica Vanderli.

Por isso, o que vai ser decisivo para escolher o que colocar no prato é o índice glicêmico, ou seja, a capacidade de cada alimento de elevar o nível de glicose no sangue – uma informação muito importante não só para os diabéticos mas também para quem está fazendo dieta para perder peso.

“O carboidrato do arroz libera glicose mais rapidamente no sangue. O macarrão tem índice glicêmico menor, por isso é a melhor escolha para quem quer emagrecer”, esclarece Vanderli. “O macarrão garante uma liberação menor de insulina, o que é fundamental para nosso corpo produzir mais massa magra do que gorda. A insulina aumenta o apetite e favorece a formação de gordura corporal, principalmente a abdominal.”